Skip to content

COMO REDUZIR A CARGA TRIBUTÁRIA EM 6 PASSOS

Compartilhe nas redes!

COMO REDUZIR A CARGA TRIBUTÁRIA EM 6 PASSOS
Um sem-número de negócios acabam enrolados com a tributação, perdendo prazos, esquecendo de efetuar pagamentos — ou fazendo os pagamentos em atraso. Esse tipo de bagunça não traz apenas problemas relativos à organização, mas também mexem fundo no bolso.

As multas por atraso podem ser pesadas, e o não pagamento de alguns impostos podem gerar ainda mais multas ou causar problemas mais sérios à empresa.

É aí que o Planejamento Tributário Preventivo entra, como uma forma de ajudar nesta gestão, de maneira mais eficaz, assertiva e economizando tempo e dinheiro da empresa.

Este levantamento permite à empresa saber antecipadamente todas suas obrigações fiscais.

Nele é possível saber que impostos a empresa deve pagar, quais os valores e as datas de pagamento corretas. Dessa forma, a empresa fica em dia com suas obrigações fiscais, não leva multas e nem tem problemas com o Fisco.

Como realizar um bom Planejamento Tributário Preventivo em 6 passos

Antes de mais nada, o ideal é fazer um bom Planejamento Tributário antes mesmo de registrar sua empresa.

Dessa forma, você já começa com o pé direito, com o Enquadramento Tributário correto, sem oneração excessiva.

No entanto, é importante saber que, ainda que você faça uma opção ruim na hora da escolha, é possível fazer a Mudança de Regime Tributário da sua empresa.

É claro que não é uma mudança que você poderá fazer quando quiser.

Essa mudança fica disponível uma vez ao ano, somente no início do ano-calendário.

Isso também significa que uma alteração equivocada te manterá preso a esse regime por um ano inteirinho.

Por isso vale a pena investir em um planejamento bem-feito, e evitar esse tipo de risco.

Para que você possa efetuar um bom Planejamento Tributário, o Jornal Contábil traz passo-a-passo que te ajudará nessa tarefa:

1. Certifique-se de que sua empresa escolheu o Regime Tributário ideal.

Para isso, faça uma análise cuidadosa da sua empresa. Caso, nessa análise, você perceba que cometeu um erro, planeje já a alteração.

2. Analise a fundo o desempenho do seu negócio.

Entender e acompanhar seu fluxo de caixa te trará informações importantes que impactarão diretamente na forma de tributação.

3. Colete dados e os mantenha atualizados.

Verifique os balancetes, todas as compras feitas de fornecedores, suas obrigações relativas a salários de funcionários e todo tipo de movimentação financeira, bem como os produtos/serviços oferecidos no seu negócio e suas atividades.

4. Trace metas.

Entender os objetivos da sua empresa te ajuda a planejar os próximos passos e, inclusive, planejar uma possível alteração no Regime Tributário.

Isso porque cada regime tem obrigações e benefícios diferentes. Sendo assim, se um é o ideal para você hoje, pode não ser mais a depender do rumo que o empreendimento tomar.

5. Crie seu Planejamento Tributário.

Com todas as informações em mãos, crie planilhas, tabelas ou organize-se em um software de gestão para nunca mais esquecer a data de pagamento dos tributos que sua empresa precisa fazer, nem seus valores.

Insira detalhes como data, valor e forma de pagamento, entre outros que possam ser úteis.

6. Busque uma equipe de profissionais especializados.

Ter gente que realmente entende do assunto ao seu lado pode te fazer economizar muito em recursos financeiros nessa hora.

Por isso não renuncie a ter uma equipe com conhecimento e experiência ao seu lado.

O “calcanhar de Aquiles” de muitas empresas é, sem dúvida, o Planejamento Tributário.

De: Bia Montes
Fonte: Jornal Contábil

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

ETARISMO NO MERCADO DE TRABALHO

ETARISMO NO MERCADO DE TRABALHO Com o aumento da expectativa de vida e as mudanças no mercado de trabalho, enfrentar os preconceitos relacionados à idade

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top