MELHORA EXPECTATIVA DAS EMPRESAS COM RELAÇÃO AO FATURAMENTO

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
MELHORA EXPECTATIVA DAS EMPRESAS COM RELAÇÃO AO FATURAMENTO Levantamento da Boa Vista mostra que 75% das empresas esperam aumento do faturamento em 2022. O resultado foi levantado em pesquisa realizada ao longo do primeiro trimestre do ano, e mostra aumento do otimismo na comparação com a coleta feita no trimestre anterior.

No último trimestre de 2021, o levantamento mostrava que 68% dos empresários apostavam em aumento do faturamento. O resultado do estudo mais recente também supera o verificado no primeiro trimestre de 2021, quando apenas 40% esperavam melhora no faturamento, pessimismo explicado pelas restrições às atividades decorrentes da pandemia.

“A pesquisa mostra que há uma expectativa positiva crescente entre os empresários. Principalmente quando comparamos o momento atual com o de exatamente um ano atrás, quando o país passava pelo pior momento da pandemia, e diversas restrições ao comércio estavam em prática em boa parte dos estados”, afirma Flavio Calife, economista da Boa Vista.

INVESTIMENTOS
A pesquisa aponta ainda que 69% dos empresários consultados pretendem aumentar os investimentos em seus negócios até o fim de 2022. No trimestre anterior, estes eram 61%, e no primeiro trimestre de 2021, eram só 37%.

Sobre novos investimentos em produtos e serviços, 67% das empresas planejam aumentá-los até o fim de 2022. Já sobre investimentos em tecnologia, são 66% as empresas que planejam aumentar os investimentos nessa área.

Questionados sobre investimentos em capacitação de mão de obra, 65% dos entrevistados pretendem aumentá-los.

Junto à necessidade de investir para gerar crescimento, o estudo também apresenta que 55% dos empresários esperam diminuição relevante no nível de endividamento de suas empresas; 30% acreditam que os índices devem se manter os mesmos, e outros 15% apostam no seu aumento.

INADIMPLÊNCIA
Em relação ao nível de inadimplência das empresas, 41% dos empresários ouvidos neste primeiro trimestre esperam diminuição até o final de 2022. Estes eram 45% no último trimestre de 2021 e 23% no primeiro trimestre de 2021.

Neste primeiro trimestre de 2022, outros 39% esperam estabilidade, e 20% creem que os níveis de inadimplência irão aumentar.

A pesquisa da Boa Vista também apontou crescimento na intenção de demanda por crédito. Ao final do quarto trimestre de 2021, o registro foi de 33%, contra 66% neste primeiro trimestre de 2022.

Neste universo de 66%, a contratação de crédito terá por objetivo realizar investimentos, com 49% das menções, contra 34% no primeiro trimestre de 2021. Outros 35% demandarão crédito para garantir o capital de giro, contra 26% no primeiro trimestre de 2021.

Ainda com relação ao crédito, 16% têm como prioridade o pagamento das dívidas já contratadas, contra 40% no mesmo período do ano passado.
Fonte: DC – Diário do Comércio

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Lucro real Anual ou Trimestral

Rosati O contribuinte optante pelo Lucro Real poderá escolher duas opções de apuração do IRPJ e CSLL. Lucro Real Anual Dentro da opção anual, existem duas modalidades: 1. Antecipações por Estimativa Mensal; 2. Antecipações com base em Balanço ou Balancetes

Quais os impostos que MEI paga?

Com o instituto de tirar da informalidade profissionais autônomos e pequenos empreendedores, em 2009 foi criado o MEI. Ao se formalizar como MEI, o empreendedor passa a ter um CNPJ próprio, a possibilidade de emitir notas fiscais e de ter

MEI ULTRAPASSOU O LIMITE?

O que deve ser feito ao ultrapassar o limite? Ao ultrapassar os R$ 81 mil reais anuais, será preciso pedir um novo enquadramento para a empresa, que poderá ser tanto para Microempresa (ME), quanto Empresa de Pequeno Porte (EPP), dependendo

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top