Indústria Brasileira amplia relações comerciais com o Oriente Médio na Expo 2020 Dubai

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A Expo 2020 Dubai está sediando o mundo inteiro. Por 6 meses, todos os visitantes são impactados por novas experiências, adquirem conhecimento e conectam-se a outras mentes, que servem de inspiração para criar, colaborar e inovar.

Mas, além de vivenciar estas experiências, o maior evento do planeta atrai, principalmente, empresários, investidores e autoridades de todos os países, que procuram conhecer melhor o mercado árabe, adequar estratégias de internacionalização, ampliar o networking e fechar negócios.

Os Emirados Árabes Unidos são, atualmente, um dos países árabes com maior abertura para o mundo ocidental. E na América Latina, o Brasil é seu principal parceiro comercial.

Tanto é que a CNI enviou uma comitiva com mais de 300 líderes empresariais, de todos os setores, para a Expo Dubai. Esta comitiva, que integrou a Missão Prospectiva Brasil – Emirados Árabes Unidos, se aprofundou nas formas de atuação no país para exportar, importar e buscar investidores e parceiros para projetos no Brasil.

“O mercado representa uma oportunidade de atuação das empresas brasileiras em todo o Oriente Médio, África e sul da Ásia, usando os EAU como hub logístico para outros países da região. Trata-se de um país rico, em desenvolvimento, com importantes linhas de financiamento e subsídio para estabelecimento de novos negócios”, explica Felipe Spaniol, coordenador de Serviços de Internacionalização da CNI.

Na indústria brasileira, o setor alimentício adequou suas práticas para exportar alimentos de acordo com as regras islâmicas e hoje é o que mais exporta, responsável por 29,68%. Seguido por pérolas, pedras preciosas ou semipreciosas, com 18,86%, e açúcares e produtos de confeitaria com 15,36%.

Os Emirados Árabes Unidos é o 29º país em corrente de comércio com Brasil e o segundo no Oriente Médio, atrás apenas da Arábia Saudita, com US$ 2,1 bilhões em fluxo de mercadorias (no acumulado de janeiro a setembro de 2021).

“Ter uma operação nos Emirados Árabes Unidos pode significar para uma empresa brasileira consolidar uma plataforma de acesso a mercados com os quais hoje não se tem acesso. Dubai não oferece só vantagens do ponto de vista logístico, por sua localização geográfica, mas também a possibilidade de ingresso em mercados que já mantém fluxos comerciais com os EAU e para os quais as empresas encontram maiores dificuldades de entrar apenas com suas operações a partir do Brasil”, explica Felipe Spaniol.
fonte cnn brasil

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

DAS entenda o que é e como funciona

Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) unifica todos os impostos que devem ser pagos por empreendedores que optaram pelo regime tributário Simples Nacional. O valor do DAS Simples Nacional para MEs e EPPs não é fixo. Isso ocorre pois

Por quanto tempo deve se guardar do documentos no RH

Todos os dias, as empresas lidam com vários documentos em seu setor de Recursos Humanos (RH). Dependendo do porte da companhia, mais de dez contratos de admissão de funcionários são solicitados ao colaborador que está entrando na empresa. Todavia, antes

Educação Continuada

A educação continuada tem como objetivo atualizar o profissional sobre as tendências de mercado inovadoras, estratégias empresariais mais eficientes, modelos de gestão aprimorados e novas formas de se executar tarefas. Dentro das empresas, a educação continuada também pode estar presente

MEI

O MEI é conhecido por ser um modelo empresarial extremamente simplificado, no entando, indepente da sua simplicidade, a categoria de microempreendedor possui regras como qualquer outro modelo de negócio. Dessa forma, deixar de cumprir com as suas obrigações fiscais podem

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top