Imposto de Renda, parcelar ou pagar à vista

F0302e4d 4fd1 4555 9646 109394fea55d - Contabilidade na Lapa - SP | RM Assessoria

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

00d42f4b 0e81 43d0 Ab2a A6a8015acf29 - Contabilidade na Lapa - SP | RM Assessoria
IMPOSTO DE RENDA, PARCELAR OU PAGAR À VISTA

Por Erica Marques
Hoje resolvi escrever uma matéria sobre uma pergunta que todo ano recebemos dos clientes assim que entregamos os valores que devem ser pagos ao LEÃO . Quando finalizamos e entregamos os valores aos clientes seja alto ou baixo há um questionamento sobre pagar à vista ou parcelar a dívida ao Imposto de Renda.
Vamos lá que te daremos algumas dicas do que fazer.
Quando falamos em parcelamento, essa palavra soa como alívio para o momento de ter que mexer no seu caixa, porém, mesmo que aparente ser uma boa ideia, o mesmo pode ter seus pontos negativos, reavalie a sua situação financeira e veja se isso será uma boa opção a longo prazo.

Como é feito o parcelamento do Imposto de Renda?

 
Existem 2 formas de se fazer o pagamento devido, vamos apresentar-las:
  • A primeira opção de pagamento do IRPF é feito em uma parcela, à vista onde o pagamento do imposto é quitado de uma só vez;
  • A outra opção é o parcelamento, esta escolha sofre incidência e taxa básica de juros que incide sob a taxa Selic.
Você leu certo acima, HÁ TAXAS BÁSICAS DE JUROS no parcelamento.
Esteja sempre ligado nos pros e contras desse tipo de pagamento, pois , o que pode ser a solução para seus problemas hoje, poderá acarretar em dividas futuras dos boletos do IR.

Qual a diferença entre pagar parcelado e à vista no IRPF?

Nem tudo são flores, não se deixe enganar na beleza do parcelamento, existem negativos sobre o tipo de pagamento do imposto de renda, abaixo vamos mostrar as principais diferenças entre o parcelamento do IRPF e à vista.

Pagamento à vista

  • O contribuinte paga o imposto devido em uma única parcela;
  • Não tem incidência de taxa Selic

Pagamento parcelado do IRPF

  • Este parcelamento é feito através de instituições financeiras conveniadas da RFB;
  • Em casos de parcelamentos o contribuinte deve aceitar a forma o débito automático, pois, o mesmo é obrigatório;
  • Há incidência de juros simples e reajuste mensal conforme a taxa Selic.
Profissionais financeiros sempre indicam cautela no momento de decidir o pagamento desse imposto. É o caso de Valter Police Jr., CFP®, Head da Academia da FIDUC Planejamento Financeiro.
“Como regra, não vale a pena parcelar o imposto a pagar, pois esta opção faz com que haja custos adicionais (juros), tornando os valores maiores. Além disso, existe sempre a chance de que o contribuinte ‘esqueça’ de pagar, gerando ainda mais dores de cabeça e, claro, custos adicionais”

Veja passo a passo o cálculo do imposto parcelado Quando pagas dentro do prazo legal, o valor a recolher é calculado da seguinte maneira:

  • 1ª quota ou quota única: o valor apurado na declaração
  • 2ª quota: valor apurado, mais 1%
  • 3ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic de maio, mais 1%
  • 4ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic acumulada (maio e junho), mais 1%
  • 5ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic acumulada (maio, junho e julho), mais 1%
  • 6ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic acumulada (maio, junho, julho e agosto), mais 1%
  • 7ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic acumulada (maio, junho, julho, agosto e setembro), mais 1%
  • 8ª quota: valor apurado, mais juros à taxa Selic acumulada (maio, junho, julho, agosto, setembro e outubro), mais 1%.

Conclusão

Analisando essa cadeia de informações tenha sempre em mente pedir uma assessoria para especialistas no assunto.
Reavalie seu fluxo de caixa hoje e nos próximos meses antes de optar por um parcelamento, talvez você possa precisar desse caixa para outros usos futuramente, e não que seja para um parcelamento desnecessário com juros.
A RM Assessoria Contábil esta sempre a sua disposição para lhe oferecer uma dessas assessorias indicando o melhor modo a ser feito, sempre a par de novas regras da Receita Federal, sempre atualizada para lhe oferecer o melhor que há no mercado contábil.
Esta com dúvidas sobre o assunto, nos procure:
Pelas redes Sociais
INSTAGRAM @rmcontabilidade
FACEBOOK RM & RM Assessoria Contábil e Fiscal S/S
Ou por whatsapp
Siga nosso blog e fique por dentro de atualidades e noticias importantes na área Contábil e Fiscal.
Sucesso à todos
FONTES: jornal contabil/economia.uol
Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Por quanto tempo deve se guardar do documentos no RH

Todos os dias, as empresas lidam com vários documentos em seu setor de Recursos Humanos (RH). Dependendo do porte da companhia, mais de dez contratos de admissão de funcionários são solicitados ao colaborador que está entrando na empresa. Todavia, antes

Educação Continuada

A educação continuada tem como objetivo atualizar o profissional sobre as tendências de mercado inovadoras, estratégias empresariais mais eficientes, modelos de gestão aprimorados e novas formas de se executar tarefas. Dentro das empresas, a educação continuada também pode estar presente

MEI

O MEI é conhecido por ser um modelo empresarial extremamente simplificado, no entando, indepente da sua simplicidade, a categoria de microempreendedor possui regras como qualquer outro modelo de negócio. Dessa forma, deixar de cumprir com as suas obrigações fiscais podem

PROFISSIONAL LIBERAL PODE SER UM MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL?

PROFISSIONAL LIBERAL PODE SER UM MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL? Por: Ana Luzia Rodrigues Quem decide trabalhar por conta própria se depara geralmente com algumas denominações como profissionais liberais e Microempreendedores Individuais (MEIs). O mundo moderno nos trouxe a possibilidade de escolher o

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top