Como vencer a procrastinação? Aprenda a reprogramar os seus hábitos!

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Quer saber como vencer a procrastinação e parar de se auto desculpar para não realizar aquilo que você sabe que deve ser feito? Então confira essa postagem!

Se você deseja crescer em sua carreira profissional e ter maior qualidade de vida, sinto informar, mas a comodidade não deve ser a mandante das suas ações! Entenda agora mesmo como vencer a procrastinação e reprograme os seus hábitos.

Mas, antes, vamos entender do que se trata a procrastinação…

O que é a procrastinação?

Todo aquele sentimento de “deixar para depois”, o adiantamento de tarefas importantes, e as justificativas que você elabora a si próprio como forma de evitar a execução de determinada tarefa podem ser definidas como o ato de procrastinar.Ao longo do dia, você pode ter que encarar múltiplas tarefas, tendo conhecimento de que algumas possuem maior prioridade do que outras.

Contudo, a escolha por afazeres que demandam menos esforços e são mais atrativas para serem executadas, ao invés de realizar o que precisa ser realmente feito, pode ser considerada como um ato de procrastinação.

Entenda, só porque você está executando algo, não significa que você não esteja procrastinando.

Essa mudança instantânea de afazeres pode acabar fazendo com que uma análise de relatórios vire uma verificação da caixa de e-mails, que por si vire a visualização de uma promoção que pode acabar por resultar em horas conferindo sites de compras.

Esse processo de auto sabotagem é o que impede você de crescer, dando a possibilidade dos seus concorrentes te superarem em um ritmo consistente de trabalho.

É como na história da tartaruga e da lebre, a lebre por achar que poderia fazer de mais acabar por fazer nada, enquanto a tartaruga, focada em seu objetivo, ganha a corrida.

“Entendido, então como superar a procrastinação e reprogramar os meus hábitos?”

Entenda como acabar com a procrastinação com ajuda da congruência e honestidade!

Congruência é uma palavra poderosa, quando a aplicamos a maneira como você lida com as coisas que acontecem em sua vida.

Podemos definir a congruência como a harmonia, convicção e coerência na realização de nossa ações.

Sendo assim, uma pessoa congruente é alguém que é justo com os seus sentimentos e com os sentimentos dos demais com quem se relaciona.

Já a honestidade é definida pela pureza e a segurança de suas ações com a sociedade.

Uma pessoa honesta preza por um padrão ético em suas decisões.

“Ok, interessantes, mas como isso vai fazer com que eu deixe de procrastinar?”

A resposta não é simples! Até porque se fosse fácil todos estariam seu máximo de desempenho!

Você precisa se condicionar psicologicamente a ser honesto consigo mesmo, o segredo de reprogramar a maneira como você age está em entender qual a sua capacidade e pouco a pouco mudar os seus hábitos.

É como em uma dieta, não adianta ficar sem comer durante dias pensando que depois do objetivo conquistado tudo voltará ao normal e você manterá o seu corpo no mesmo estado.

Sua mente deve estar centrada em se acostumar com o seu novo estilo de vida!

“A mais isso eu já ouvi falar, e preciso parar de procrastinar de uma vez!”

Calma, é agora que entra a congruência interna!

Seja o seu próprio exemplo, aprenda consigo mesmo e inspire-se nas decisões que você mesmo tomou!

Para isso, comemore a cada dia que você conseguiu cumprir tão atividade, sinta-se satisfeito em notar a sua produtividade aumentando e nos dias de baixa, ou caso procrastine, olhe-se no espelho e vislumbre o seu “eu” ideal!

Afinal, as coisas só acontecem em sua vida porque você dá o devido significado a elas, o que pode parecer besteira para você, tornou desconhecidos em milionários, e o que os outros acham de você, pode te tornar um grande empreendedor de sucesso.

E então, o que acha de de começar a definir suas prioridades e reprogramar POUCO A POUCO a maneira como você lida com as suas obrigações?

Ou prefere deixar para amanhã?

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

FGTS e PIS para MEI

FGTS e PIS para MEI O MEI não recebe FGTS, mas caso você tenha trabalhado como CLT e tenha um FGTS para receber, você pode retirá-lo desde que não tenha sido demitido por justa causa. Ou seja, ser MEI e

Regras de Recolhimento para o Simples Nacional

Regras de recolhimento para o Simples Nacional As empresas enquadradas no Simples Nacional, em regra geral, fazem suas contribuições ao INSS por meio da DAS (Documentação de Arrecadação do Simples Nacional). A alíquota de desconto para optantes do Simples Nacional

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO”

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO” Por Ricardo Menezes Cordeiro 1 Competência absoluta dos Juizados Especiais Fazendários É inegável que a agilidade e a ausência de custo que encontramos nos juizados especiais fazendários (JEFAZ) resultam no acesso ao Judiciário! Mas às

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Publicado em: 20/07/2022 | Edição: 136 | Seção: 1 | Página: 71 Órgão: Ministério da Economia/Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 2.096, DE 18 DE

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO?

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO? Por: Beatriz Barreto Meira Cartas de referência são importantes aliadas dos candidatos às vagas de empregos, funcionando de forma complementar ao currículo, comprovando experiência e habilidades interpessoais e, com isso,

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top