Como trocar de contabilidade

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Entenda como trocar de contabilidade e migre sua empresa com muito mais segurança e ética profissional

Tudo depende daquela boa conversa, concorda?

Se você buscou por esse tema, certamente é porque está bastante infeliz com a sua atual contabilidade, e isso não é incomum de ocorrer no setor contábil.

Explicaremos os motivos principais!

Grande parte das empresas contábeis costumam apenas atuar nos sentidos mais comuns, e, às vezes, até de maneira fria, no sentido literal da palavra.

Então, como de costume, chega um mais e-mail para o cliente:

“Bom dia Fulano, segue o imposto para ser pago”!

Sem maiores interações e conectividade. Gerando assim maior insatisfação por parte do cliente, que simplesmente não sabe o que se passa em seu departamento contábil.

Insatisfação com empresa contábil

Ponto final. Entra ano e sai ano e a contabilidade só manda o mesmo e-mail, sem nunca agregar valor ao seu negócio...

“Ué, ao menos você sabe por que está pagando esse imposto?”

Ou pior! Tem contador que fala, fala e não diz nada com nada. Sabe como o cliente se sente? De verdade?

Mais perdido que cego em tiroteio.

Ou seja, se já entendia pouco do assunto, vai entender menos ainda… Aí vem aquela sensação, sabe, onde o cliente diz:

“Rapaz… Estou sendo enganado”!

E sério, não existe pior sensação do que o sentimento de ter sido enganado!

Bom, a simples busca por troca de contabilidade já deve servir como prova social para comprovar isso.

Afinal, é lógico que a sua empresa precisa entender como pode, realmente, ser ajudada, você precisa saber porque é preciso pagar isso ou aquilo e como melhorar seus lucros. Concorda?

Não se trata apenas de pagar 500, 1.000 ou 3 mil reais a uma contabilidade para que ela faça a gestão contábil. Nesse preço, é preciso ter valor agregado, concorda?

É bem provável que sim – porque como cliente você deseja o melhor! Quem é bobo de dizer que desejar o pior, a baixa qualidade em atendimento ou não saber o que pode ser benéfico para a empresa?

Mas não é somente isso que entra em pauta! Tem muita coisa que incomoda no atendimento de uma contabilidade. Pena é que nem todo contador e escritório contábil percebem isso… Aí, depois acham estranho de estar perdendo clientes.

E como trocar de contabilidade, então?

  1. Meça sua insatisfação. Ela é alta? Troque de contabilidade então.
  2. Se seu acordo com a contabilidade foi de boca – às vezes, por amizade mesmo, o cliente pode firmar negócio de maneira informal mesmo – informe, 30 dias antes, que não fará mais a parte contábil e financeira com a empresa de contabilidade.
  3. Se houve contrato, leia os pormenores e veja o que é preciso fazer para cancelar o contrato.
  4. Avisando antecipadamente, solicite todos os seus documentos via nuvem, para que uma nova contabilidade possa ter acesso às informações. Peça direcionamento à nova contabilidade contratada, ela te ajudará nessa transição.
  5. Formalize o cancelamento dos serviços através de carta registrada ou e-mail. Neste comunicado é preciso conter os dados da empresa e a data de encerramento dos serviços.
  6. Verifique com o antigo contador se ainda há algum débito seu nos órgãos fiscalizadores.
  7. Firme a nova parceria com contrato e descrição dos serviços prestados.

Bom, além dessas informações, ainda existem muitas outras de grande importância, por isso, se você tiver dúvidas nesse sentido, venha conversar conosco, que iremos ter grande prazer em ajudá-lo nessa transição.

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

FGTS e PIS para MEI

FGTS e PIS para MEI O MEI não recebe FGTS, mas caso você tenha trabalhado como CLT e tenha um FGTS para receber, você pode retirá-lo desde que não tenha sido demitido por justa causa. Ou seja, ser MEI e

Regras de Recolhimento para o Simples Nacional

Regras de recolhimento para o Simples Nacional As empresas enquadradas no Simples Nacional, em regra geral, fazem suas contribuições ao INSS por meio da DAS (Documentação de Arrecadação do Simples Nacional). A alíquota de desconto para optantes do Simples Nacional

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO”

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO” Por Ricardo Menezes Cordeiro 1 Competência absoluta dos Juizados Especiais Fazendários É inegável que a agilidade e a ausência de custo que encontramos nos juizados especiais fazendários (JEFAZ) resultam no acesso ao Judiciário! Mas às

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Publicado em: 20/07/2022 | Edição: 136 | Seção: 1 | Página: 71 Órgão: Ministério da Economia/Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 2.096, DE 18 DE

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO?

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO? Por: Beatriz Barreto Meira Cartas de referência são importantes aliadas dos candidatos às vagas de empregos, funcionando de forma complementar ao currículo, comprovando experiência e habilidades interpessoais e, com isso,

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top