Como montar um e-commerce?

Como Montar Um E Commerce 1 1 - Blog - Liz Assessoria Financeira

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O mundo do e-commerce está crescendo a todo vapor! São muitos os empreendedores interessados em adentrar esse “universo”, visto todo o seu potencial de desenvolvimento… por isso, hoje decidimos falar sobre como montar um e-commerce!

Iniciar um empreendimento – físico ou virtual – não é nada fácil e nós sabemos muito bem disso! Contudo, há alguns pontos aos quais é necessário se atentar antes de montar o seu e-commerce para que ele seja realmente um espelho dos seus desejos e consiga alcançar os patamares que você, empreendedor, está buscando.

Sendo assim, para você que quer entender melhor como funcionam os e-commerces e saber como abrir a sua loja virtual da maneira certa e com foco em conquistar todo o sucesso que sempre almejou, separamos algumas informações que, sem dúvida alguma, vão te ajudar em muito!

Pense no profissional e evite a todo custo o amadorismo

O mercado não para e, por isso, nossa contabilidade para comércio vem trazendo sempre boas novidades sobre assuntos que estão em alta e que, se postos em prática, podem gerar muito lucro e relevância.

É comum, ainda hoje, mesmo estando numa era de alta tecnologia, que, às vezes, o empreendedor tente começar pelo que é mais simples, no intuito de economizar… mas você se lembra que nem sempre o mais barato, é o melhor?!

Isso mesmo, evitar o amadorismo faz com que você transmita maior confiança e, por isso, na maioria dos casos, é melhor investir um pouco mais e ter um bom planejamento financeiro do que achar que uma pequena aplicação financeira será mais rentável!

Procure plataformas confiáveis e com boa usabilidade

Existem muitas plataformas, mas nem sempre, todas as que existem são boas, por isso, antes de iniciar em uma plataforma, movido pelo “melhor preço”, é importante pesquisar e testar.

“Sentir” as funcionalidades e todas as ferramentas durante algum período de tempo dará a você a oportunidade de identificar todas as possibilidades que a plataforma em questão pode agregar ao seu negócio, assim como permitirá que faça a identificação de falhas ou gaps. É necessário estar atento(a) ao fato de que testar apenas uma plataforma não vai gerar métricas e informações o suficiente para que faça a análise necessária antes de começar a montar o seu e-commerce.

Defina o tipo de segmento que deseja atuar com o e-commerce

Não se esqueça de que um e-commerce precisa de ações de marketing assertivas, de modo a gerar atração, maior facilidade de encontrar seus produtos e identificar sua marca, além de gerar valor aos seus produtos e fidelizar os clientes.

Ter um blog, por exemplo, faz toda a diferença, além de saber usar e fazer postagens nas redes sociais com conteúdos interativos e atraentes!

Monitore as atividades online

Métricas! Isso faz toda a diferença.

Por meio das métricas é possível identificar quantos leads (pessoas) entraram em seu e-commerce, saber quantos compraram seus produtos, identificar a quantidade de vendas gerais e entender o que tem gerado o chamado “abandono de carrinho”.

Todas essas informações fazem grande diferença, pois mostram o melhor caminho a ser seguido, bem como as mudanças necessárias ou implementações a serem feitas!

Pense em todos esses princípios básicos e não se esqueça de ter uma contabilidade para lojas virtuais e e-commerce, pois sendo uma empresa, você precisará de auxílio em toda a parte burocrática, financeira e fiscal!

E então, o que achou do conteúdo?

Caso precise de auxílio é só entrar em contato conosco!

Será um grande prazer poder ajudar!

Fonte: Abrir Um negócio Lucrativo

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

FGTS e PIS para MEI

FGTS e PIS para MEI O MEI não recebe FGTS, mas caso você tenha trabalhado como CLT e tenha um FGTS para receber, você pode retirá-lo desde que não tenha sido demitido por justa causa. Ou seja, ser MEI e

Regras de Recolhimento para o Simples Nacional

Regras de recolhimento para o Simples Nacional As empresas enquadradas no Simples Nacional, em regra geral, fazem suas contribuições ao INSS por meio da DAS (Documentação de Arrecadação do Simples Nacional). A alíquota de desconto para optantes do Simples Nacional

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO”

ALGUNS CUIDADOS NO “PROCESSO TRIBUTÁRIO” Por Ricardo Menezes Cordeiro 1 Competência absoluta dos Juizados Especiais Fazendários É inegável que a agilidade e a ausência de custo que encontramos nos juizados especiais fazendários (JEFAZ) resultam no acesso ao Judiciário! Mas às

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF

RECEITA FEDERAL ALTERA NORMA DA EFD-REINF DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Publicado em: 20/07/2022 | Edição: 136 | Seção: 1 | Página: 71 Órgão: Ministério da Economia/Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 2.096, DE 18 DE

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO?

CARTAS DE REFERÊNCIA E RECOMENDAÇÃO: O QUE DIZ A LEGISLAÇÃO? Por: Beatriz Barreto Meira Cartas de referência são importantes aliadas dos candidatos às vagas de empregos, funcionando de forma complementar ao currículo, comprovando experiência e habilidades interpessoais e, com isso,

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top