Cancelamento da festa de Natal e de Reveillon em SP

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou nesta quinta-feira (2) o cancelamento do Réveillon na capital paulista.

Ricardo Nunes está em viagem a Nova York acompanhado do governador do estado de SP, João Doria (PSDB), e confirmou o cancelamento em uma entrevista coletiva.

Dessa forma, a cidade se une a pelo menos outras 19 capitais brasileiras que optaram por não realizar a festa da virada de 2021 para 2022.

“É importante enfatizar que não é por conta de ter sido detectado algo grave, mas é necessário que se faça um monitoramento, e o prazo ficaria muito curto”, disse o prefeito sobre o Réveillon.

Segundo Nunes, será a Vigilância Sanitária que irá balizar todas as decisões do gênero, incluindo sobre a realização do Carnaval.

“Para o Carnaval, tomaremos a decisão mais adiante, enfatizando muito claramente: baseado nas decisões da vigilância sanitária. A Prefeitura não fará ação ou comunicação que seja por pressões adversas aos estudos da vigilância”, declarou Ricardo Nunes.

O uso das máscaras também permanece obrigatório na capital paulista, afirmou Nunes. A âmbito estadual, também foi derrubada a expectativa de desobrigar o uso da proteção a partir do dia 11 de dezembro, confirmou o governo de João Doria nesta quinta.

 

Recomendação da vigilância sanitária

A Prefeitura acatou a orientação recomendada pela vigilância sanitária, que realizou um estudo para avaliar a situação epidemiológica da cidade. O prefeito comentou sobre o estudo durante a coletiva:

“Nós, como representantes do executivo, nos cabe repassar o que a vigilância decidiu, estamos sempre seguindo a vigilância. É um estudo muito amplo, mais de 15 mil pessoas monitoradas. Evidentemente o que pesou muito foi a questão da nova variante Ômicron“, afirmou.

Os resultados do estudo já tinham sido antecipados à CNN pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

A análise feita pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo, pontuou que ainda não está claro se a nova variante do coronavírus Ômicron é mais transmissível, ou se causa Covid-19 mais grave. Mas indicou que “evidências preliminares” sugerem risco aumentado de reinfecção.

O estudo recomendou um “fortalecimento da vigilância genômica para identificação da circulação de novas variantes”. A vigilância também pediu que viagens não essenciais sejam evitadas, principalmente para locais onde a nova variante tem incidência significativa.

“Indicadores epidemiológicos e assistências seguem estáveis, no entanto, considerando o fato novo – surgimento da variante Ômicron –, […] já com diagnóstico em vários continentes e casos confirmados nesta capital de São Paulo, neste momento recomendamos: manter o uso de máscaras obrigatório; intensificar o processo de imunização da população”, concluiu o estudo.

Após a análise da vigilância, a capital solicitou à Anvisa uma redução no intervalo de aplicação da dose de reforço. A proposta é que a dose extra possa ser aplicada quatro meses, e não cinco, após o cidadão, maior de 18 anos, completar o ciclo vacinal.

Em ofício enviado ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao presidente da AnvisaAntonio Barra Torres, e ao secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, a Prefeitura de São Paulo citou a “não obrigatoriedade, até o momento de apresentação do passaporte de vacinas aos estrangeiros que adentram o país”, para realizar a “autorização excepcional e extraordinária” ao órgão.

O documento foi assinado pelo secretário municipal de Saúde e pelo coordenador da COVISA, Luiz Artur Vieira Caldeira.

“Ainda tem tempo para se organizar para o Carnaval”

Na quarta-feira (1), o secretário Edson Aparecido declarou também à CNN que 1 milhão de paulistanos que poderiam ter tomado a dose de reforço não compareceram ainda aos postos de vacinação.

Segundo Aparecido, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também concordaria que “a maneira mais eficaz de combater a nova variante é avançarmos na vacinação da dose de reforço”, declarou o secretário.

“Nós vamos nos basear, como sempre fizemos, nos estudos da Vigilância Sanitária. O estudo da Vigilância Epidemiológica do município vai ditar exatamente a decisão com relação a questão do Réveillon. O Carnaval é daqui a três meses. Tem muito tempo ainda para se organizar”, declarou Aparecido.

* Com informações de Douglas Porto, da CNN

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Por quanto tempo deve se guardar do documentos no RH

Todos os dias, as empresas lidam com vários documentos em seu setor de Recursos Humanos (RH). Dependendo do porte da companhia, mais de dez contratos de admissão de funcionários são solicitados ao colaborador que está entrando na empresa. Todavia, antes

Educação Continuada

A educação continuada tem como objetivo atualizar o profissional sobre as tendências de mercado inovadoras, estratégias empresariais mais eficientes, modelos de gestão aprimorados e novas formas de se executar tarefas. Dentro das empresas, a educação continuada também pode estar presente

MEI

O MEI é conhecido por ser um modelo empresarial extremamente simplificado, no entando, indepente da sua simplicidade, a categoria de microempreendedor possui regras como qualquer outro modelo de negócio. Dessa forma, deixar de cumprir com as suas obrigações fiscais podem

PROFISSIONAL LIBERAL PODE SER UM MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL?

PROFISSIONAL LIBERAL PODE SER UM MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL? Por: Ana Luzia Rodrigues Quem decide trabalhar por conta própria se depara geralmente com algumas denominações como profissionais liberais e Microempreendedores Individuais (MEIs). O mundo moderno nos trouxe a possibilidade de escolher o

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top