5 G E NOVAS TECNOLOGIAS VÃO MOLDAR O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA EM 2022

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

5 G E NOVAS TECNOLOGIAS VÃO MOLDAR O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA EM 2022

A pandemia acelerou uma série de inovações e transformações em diferentes setores da economia. No caso da manufatura, observamos um movimento intenso das empresas em aderir efetivamente à Indústria 4.0, implementando tecnologias no chão de fábrica com o intuito de aumentar produtividade e incrementar a produção. E dados realmente comprovam os ganhos obtidos com tantas evoluções da transformação digital no setor.

Um estudo encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizado de novembro a dezembro de 2020, apontou que 54% das empresas entrevistadas que adotaram até três tecnologias integradas registraram lucro “igual ou maior que no período pré-pandemia”. Ainda em 2021, observamos que os resultados e o desempenho da indústria devem seguir despontando: a previsão feita pela CNI para o PIB Industrial do ano é uma alta de 6,1%, enquanto nos anos anteriores a indústria registrou uma variação anual bem inferior – com ressalva dos impactos da pandemia na economia e indústria, em 2020.

Esse panorama reforça os benefícios proporcionados pela aplicação de tecnologia à manufatura, incentivando um movimento geral dos players do setor em aderirem a soluções também. Nesse sentido, e apoiado à rapidez do mercado tecnológico em disponibilizar inovações, as indústrias possuem uma série de recursos que podem ser implementados e impactarem diretamente a produtividade no chão de fábrica nos próximos anos. Por isso, elenquei abaixo algumas tendências que merecem atenção em 2022.

5G na indústria
A tecnologia 5G chega ao Brasil transformando a conectividade de todos os setores da economia. Com maior alcance e proporcionando a transmissão de um grande volume de dados com rapidez, a quinta geração de rede móvel propicia o aumento da aplicação de tecnologias como Inteligência Artificial e realidade virtual e aumentada.

Em resumo, a quinta geração de rede móvel transformará as formas de interação no controle e operação industrial. A rotina do chão de fábrica deve ganhar ainda mais velocidade e, consequentemente, produtividade; além de gerar maior confiabilidade, uma vez que as tecnologias mitigam possíveis falhas do processo e garantem interoperabilidade entre máquinas.

IoT – Internet das Coisas
Com a alta conectividade proporcionada pela tecnologia 5G, as indústrias poderão explorar mais a implementação de sistemas e dispositivos de Internet das Coisas (IoT). As fábricas ganharão mais dispositivos e sensores que conseguem acompanhar o funcionamento das máquinas e trocar informações em tempo real. Entre os principais benefícios gerados estão a redução de custos, uma vez que os dispositivos conseguem sinalizar com antecedência possíveis falhas e antecipar manutenções; maior agilidade e produtividade dos processos e ainda menos acidentes.

Inteligência Artificial
A tecnologia de Inteligência Artificial já é bastante utilizada na indústria por ser capaz de analisar um grande volume de dados e auxiliar em processos rotineiros de forma rápida – e que será ainda mais veloz com o 5G. Esse recurso pode ser aplicado para intralogística e logística de produtos, ou seja, organizando internamente os processos produtivos e, também, a roteirização da distribuição das cargas; como chatbot, as IAs podem ser estruturadas para fazer o primeiro atendimento ao cliente, com base nos históricos disponibilizados para a ferramenta; e, para reduzir de falhas operacionais, devido à precisão e acuracidade desta tecnologia.

Analytics e Big Data (análise de dados)
Com a digitalização dos processos e o aumento do uso de tecnologias, o fluxo de dados na indústria cresceu consideravelmente. Nesse cenário, o Big Data e ferramentas Analytics fazem o cruzamento e análise das informações, disponibilizando aos gestores materiais precisos e em tempo real para auxiliar no processo de tomada de decisões ou até mesmo prevendo algumas tendências e ocorrências operacionais.

Nesse tema, vale ressaltar também o crescimento de funções e cargos voltados à gestão dos dados. Programadores, engenheiros de dados, estrategistas de dados, data protection officers (DPOs) e outros tantos responsáveis ganharam ainda mais importância devido à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Por isso, é importante não só investir em sistemas como também em treinamentos, capacitação e recrutamento de profissionais hábeis a manipular essas informações da forma correta.

Robôs Móveis Autônomos
Ainda em tom de novidade no Brasil, os robôs móveis autônomos são capazes de transportar cargas (ou até mesmo pessoas) sem a interferência humana. São dois modelos disponibilizados no mercado: o AMR, que se movimenta livremente, desviando de obstáculos, sem a necessidade de delimitação; e o AGV, que requer a aplicação de marcações ou texturas aos pisos.

Essa tecnologia já está sendo bastante aplicada em outros países. Por aqui, um levantamento da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), estima que o mercado de AMRs cresce em proporção superior a 30% ao ano. Portanto, esse recurso ainda tem grande potencial de aplicação, reduzindo investimentos em esteiras e outros recursos para deslocamento de objetivos e ampliando a área de transporte.

Ferramentas tecnológicas para melhorar a produtividade da indústria definitivamente não faltam. Tanto é que pelo menos 80% das empresas de manufatura no mundo pretendem ser automatizadas em dez anos, segundo o estudo “Rise of the Smarter, Swifter, Safer Production Employee”, da Ericsson IndustryLab. Fato é que a indústria brasileira possui um potencial gigantesco de desenvolvimento e de crescimento, automatizando processos com o apoio da tecnologia. É hora de ficar atento para acompanhar a evolução do cenário e observar para quais fins devem ser destinados os investimentos dos próximos anos
Fonte: Portal MundoRH

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

FRANQUIA É UM BOM NEGOCIO?

2  FRANQUIA É UM BOM NEGÓCIO? Se você está pensando em empreender, uma opção a ser considerada é abrir uma franquia. Embora o investimento inicial possa ser um pouco mais alto do que criar um negócio do zero, as franquias

CONFIRA NOVE APLICATIVOS QUE FACILITAM A ROTINA DIÁRIA

Esse dado impressionante é resultado de um estudo feito pela empresa especializada em mercado mobile Data.AI (antiga App Annie), que revela um importante papel de ferramentas que trazem praticidade para o nosso dia a dia. Seja para pessoas físicas ou

DAS entenda o que é e como funciona

Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) unifica todos os impostos que devem ser pagos por empreendedores que optaram pelo regime tributário Simples Nacional. O valor do DAS Simples Nacional para MEs e EPPs não é fixo. Isso ocorre pois

Por quanto tempo deve se guardar do documentos no RH

Todos os dias, as empresas lidam com vários documentos em seu setor de Recursos Humanos (RH). Dependendo do porte da companhia, mais de dez contratos de admissão de funcionários são solicitados ao colaborador que está entrando na empresa. Todavia, antes

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top